Cultura Digital, Letramento Digital, Tecnologias e Educação

Cloud Computing

O que é Computação nas Nuvens?

Imagem: Pixabay

O termo computação nas nuvens (cloud computing, em inglês) tem sido empregado cada vez com mais frequência para aplicativos online, hospedagem de sites, armazenamento de arquivos, ambientes virtuais diversos. A nuvem neste caso representa a internet. E a computação nas nuvens indica que o os sistemas e arquivos não estariam localizados ou instalados no computador, mas estão na internet. Neste caso, o papel básico do computador é permitir o acesso à internet e o navegador de internet passa a ser o software básico.
Além de softwares que são instalados no seu computador, podemos encontrar de forma crescente nos últimos anos aplicativos e serviços online. Computação nas nuvens é um termo popular, que se refere predominantemente a ciar, salvar arquivos, rodar aplicativos diretamente online.

No caso do armazenamento de arquivos online, você pode escolher se deseja compartilhar o arquivo com pessoas específicas, permitir trabalho colaborativo ou edição por terceiros ou gerar um link para acesso público.

Um dos primeiros usos populares do termo foi na hospedagem de sites. Até então, as modalidades de hospedagem populares nos provedores eram: a hospedagem compartilhada ( a mais popular e barata, na qual um servidor pode hospedar um número muito grande de sites), a hospedagem semidedicada (na qual a quantidade de sites era reduzida para ampliar a capacidade de cada site) e a hospedagem dedicada (na qual o servidor não era “dividido” entre diferentes sites ou clientes). Com os planos de computação nas nuvens, os usuários podiam flexibilizar e ampliar os recursos para um site, conforme a necessidade se ampliava ou passava por momento específico que demandasse mais poder de armazenamento, processamento ou visitação).

Com o DropBox, OneDrive e Google Drive, o termo se popularizou grandemente com usuários em geral, como forma de armazenar os arquivos online, podendo acessá-los de diferentes dispositivos e lugares, já que os arquivos estão na internet e não restrito a um pen drive, computador, ou HD. Este uso se diferenciava de serviços de compartilhamentos de arquivos como, por exemplo, o RapidShare e o MegaUpload, na época. É indispensável ter em mente que os serviços se modificam, transformam e incorporam novas funcionalidades ou adotam restrições em tempo muito rápido, especialmente em características, funcionalidades, restrições, forma de uso e até o tipo de licença ou custo para uso.

Como tudo na vida tem vantagens e desvantagens, assim como alguns riscos. Existem serviços e aplicativos gratuitos e pagos. A maioria requer a criação de uma conta (cadastro) com acesso por meio de login e senha.

Atenção! O login costuma ser um nome de usuário ou e-mail(na maioria das vezes). A senha deve ser uma senha específica. Algumas pessoas acabam cadastrando desatentamente a senha do próprio e-mail, o que ocasiona riscos extras de segurança e privacidade. O ideal é que a pessoa tenha senhas diferentes para cada serviço, aplicativo ou conta de e-mail.

Os serviços online devem ser analisados com cuidado. Considere, por exemplo:

a) funcionalidade e recursos;
b) limitações ou restrições de aplicativos ou serviços gratuitos;
c) termos de uso, licenças de uso, questões de privacidade e contratos;
e) modo de uso e formas de acesso;
f) custos(a gratuidade pode não ser a melhor opção em alguns casos);

Exemplos de possíveis problemas (Sim há vantagens, mas também devemos contar com problemas):

1- Uma pessoa pode não querer ter de criar cadastros em vários serviços e ter de usar várias senhas;
2- A privacidade e a segurança dos dados dos usuários, das atividades realizadas e das informações coletadas;
3- Pequeno controle dos dados, arquivos e cia. Por exemplo: um serviço gratuito pode ser encerrado de repente e seus trabalhos, dados… ficarem perdidos;
4- Pouca Confiabilidade ou instabilidade do serviço – “Sistema fora do ar. Volte mais tarde.” “A conexão falhou.”

 

(Aviso: O conteúdo desta página pode ser editado, modificado, atualizado e revisto periodicamente. Volte com frequência.)